Continuando o Roteiro da minha viagem ao Parque Nacional de Banff, vou agora falar sobre a programação do 2º dia. Quem não conferiu ainda a programação do 1º dia – saindo de Calgary e conhecendo a cidade e região de Banff – clique aqui.

Dia 2

Objetivo: Conhecer os lagos mais famosos do Banff National Park.

Dica de ouro nº1: Leve comidinhas para fazer seu picnic.

Dica de ouro nº2: certifique-se de que sua câmera/celular estão completamente carregados e, de preferência, leve uma bateria extra.

  Parada Trajeto Tempo Aproximado
1. Crowfoot Glacier Banff – Crowfoot Glacier 1h
2. Bow Lake Crowfoot Glacier – Bow Lake 2min
3. Peyto Lake Bow Lake – Peyto Lake 4min
4. Moraine Lake Peyto Lake – Moraine Lake 48min
5. Lake Louise Moraine Lake – Lake Louise 18min

Joguei no Google maps todas as localizações da tabela acima e quero que observem atentamente este mapa, pois cada parada foi estrategicamente pensada, por mais que inicialmente não pareça. Vocês vão notar que, para ir de Banff até o Crowfoot Glacier, passamos primeiro pela entrada dos lagos Moraine e Louise, mas não paramos na ida.

mapa

Claro que você tem toda a liberdade de alterar o roteiro de acordo com seu bel-prazer – e até deve fazer isso dependendo de onde vem e para onde vai (por exemplo, eu vim de Calgary e voltei para Calgary, mas tem gente que  virá de British Columbia e então fará sentido inverter algumas paradas). Mas, de qualquer forma, deixe-me explicar como essas paradas foram planejadas e então você poderá tirar suas próprias conclusões.

Em primeiro lugar, levei em conta que estaria completamente descansada ao sair do hotel pela manhã, então não haveria problemas para encarar 1h de estrada até a primeira parada. Se fosse parando em todos os lagos até o Peyto Lake (o mais distante), chegaria lá só no final do dia, exausta, e teria que voltar um longo trajeto dirigindo de volta. Pareceu uma opção bem mais cansativa do que ir logo até o destino mais longe e depois voltar parando.

No entanto, esse não foi o principal motivo para o roteiro ter sido feito assim. O principal motivo é o seguinte:

os lagos Moraine e Louise costumam ser os queridinhos da lista. Que graça teria começar por eles?

Passaríamos o resto do dia visitando outros lagos e mentalmente traçando comparações que roubariam de nós a chance de aproveitar ao máximo cada lugar e terminar nossa viagem bem no instante do clímax! Isso sim acho fantástico. E eu garanto que, quando vocês visitarem o primeiro lago do dia (Bow Lake), pensarão assim: “impossível haver um mais lindo que este!”

bowlake

Bow Lake

Então se direcionarão para o Peyto Lake e dirão: “impressionante como eu estava errado! Esse lugar é tão incrível quanto, ou talvez ainda mais lindo!” E assim será do começo ao final do seu dia. Soa bem? Então vá por mim 😉

peyto

Peyto Lake

O esquema é aquele: vá jogando no GPS um destino por vez. Apenas em relação à primeira parada, Crowfoot Glacier, tenho uma observação importante a fazer:

Você não irá até o Glacier. Ele fica no topo das montanhas. Você apenas observará da beira da estrada.

Olha para seu lado esquerdo e verá uma grossa crosta de gelo cobrindo o topo das montanhas. Para quem não sabe qual a graça de um glacier, titio Wikipedia explica:

é uma grande e espessa massa de gelo formada em camadas sucessivas de neve compactada e recristalizada, de várias épocas, em regiões onde a acumulação de neve é superior ao degelo. É dotada de movimento e se desloca lentamente, em razão da gravidade, relevo abaixo, provocando erosão e sedimentação glacial. As geleiras ou glaciares podem apresentar extensão de vários quilômetros e espessura que pode também alcançar a faixa dos quilômetros.

No caso do Corwfoot Glacier, estima-se que seu tamanho seja de 1,5km2. É a partir do derretimento dele que se forma o Bow Lake, sua próxima parada.

20160805_153829

Agora algumas fotos do Moraine Lake e do Lake Louise, onde também existe um hotel da famosa rede Fairmont:

c58f8e38-62a7-49ab-aaa0-be5ecc1d5d23

Moraine Lake

PicsArt_08-14-12.23.41

Moraine Lake

20160805_195442

Lake Louise

20160805_200016

Lake Louise

fairmont720160805_202012

Terminado tudo isso, fui embora para Calgary, mas você pode passar a noite em Banff se preferir. Do Lake Louise a Banff são 40min dirigindo e as estradas são excelentes.

Para recaptular nosso roteiro completo, anote aí:

Resumo do Roteiro

 

  Dia 01 Dia 02
1. Bow Falls 1.       Crowfoot Glacier
2. Fairmont Banff Springs Hotel 2.       Bow Lake
3. Sulphur Mountain 3.       Peyto Lake
4. Lake Minnewanka 4.       Moraine Lake
5. Two Jack Lake 5.       Lake Louise
6. Johnson Lake

Agora que o roteiro está explicado, gostaria ainda de esclarecer algumas dúvidas que as pessoas costumam ter ao programar uma viagem como esta. Pois é, eu sempre tenho mais assunto… Quero falar sobre a melhor época para visitar as Rocky Mountains e fazer review de onde me hospedei.

Porém, sei que textos hiper extensos são cansativos, então deixarei tais questões para a próxima, ok? Aliás, se alguém tiver alguma pergunta específica, seria uma boa ideia deixar aí embaixo (nos comentários) para eu encaixar no próximo post sobre as Rockies.

Se gostou do texto (que deu um trabalhão produzir, by the way), dá aquela forcinha e curta a página do Planeta BM no Facebook (clique aqui). Assim, você ficará sempre informado das novas publicações!

Para mais textos sobre Canadá e EUA, clique aqui!

Para dicas de hospedagem, clique aqui!