Como o próprio site oficial de Adare diz, o lugar é conhecido como a vila mais bonita da Irlanda… e eu fui até lá conferir. Localizada no condado de Limerick, a vila atrai muitos turistas interessados em explorar a região, que é cheia de cenários admiráveis, parques, igrejas, ruínas e muito mais.

Com menos de 3 mil habitantes, o pequeno destino conta com toda uma estrutura preparada para o turismo, com um centro de informações aos visitantes (e lojinhas de souvenires), restaurantes, hotéis, etc. Uma manhã ou uma tarde são suficientes para conhecer Adare. Porém, se você quiser caminhar mais tranquilamente, sugiro separar um dia todo para o passeio. Assim, você não precisará se preocupar com o relógio e terá a opção de parar várias vezes para tirar fotografias, tomar um café e/ou almoçar com calma.

Minha primeira parada foi no Adare Town Park, que fica no centro da vila e logo ao lado da parada do ônibus. É um parque gostoso, muito verde e cheio de pássaros interessados em lucrar algum farelo de pão dos visitantes. A caminhada não leva muito tempo e é bem prazerosa.

Saindo dali, do outro lado da rua, avistei o centro de informações aos turistas. Lá é possível encontrar informações sobre todas as atrações de Adare e também comprar lembrancinhas, como chocolates, cartões postais, imãs de geladeira e mais uma infinidade de souvenires.

Durante meu tour, fui registrando tudo e mostrando o quanto a vila é simpática e caprichada. As flores coloridas sempre chamam a minha atenção, principalmente agora, na época das tulipas. A arquitetura peculiar de Adare também não passa despercebida. Um dos cartões postais do lugar são as casinhas com telhados de palha, chamadas de cottage. Uma delas pegou fogo em 2015 e está sendo restaurada até hoje. O vídeo abaixo mostra as primeiras cenas desse meu passeio:

Para saber mais sobre esse destino turístico e conhecer tudo o que Adare tem a oferecer, acesse o site oficial da vila (clique aqui).

Em breve, serão liberadas imagens da segunda parte desse passeio, pois eu não quis fazer um único vídeo que ficasse demasiadamente extenso. Para não perder essa e outras viagens, inscreva-se no nosso canal do Youtube (clique aqui).

 

Leia também: